Sobre o ‘retorno a forma’ do Apatow

Esse post é pra não deixar passar que MAIS UMA VEZ um filme do Judd Apatow não vai chegar no Brasil, mesmo sendo bem recebido lá fora, tendo a comediante do momento e ido bem no box office. E o lançamento on demand? blu ray? dvd? Nem sinal também. Situações como essa tem me deixado mais triste com os métodos com que eu faço a minha lista, que já é o mais democrático possível pros lançamentos no Brasil. E nessa mesma situação tem vários outros como Burying the ex, Blackhat, Beyond the Lights, Dope etc etc etc que eu simplesmente não tenho info se vão chegar/chegaram aqui de alguma forma. E há, pelo menos, uns 5 filmes que chegaram direto na TV (sim, tem que ficar ligado no Canal Brasil/HBO/Max mesmo..) e são candidatos pro meu ballot. A lógica das distribuidoras cada dia faz menos sentido.

***

Dito isso, dois pequenos tópicos me chamam a atenção sobre Trainwreck (que, uh, é muito bom) e pra tornar esse post menos revoltado eu queria lembrar aqui:

a) esse é o primeiro filme do Apatow em que ele não escreve o roteiro. Também é o primeiro protagonizado por uma mulher. Ambos papéis desempenhados pela Amy Schumer (amém não estamos mais no período da amizade apatow x lena dunham ffs). E essas escolhas vieram com o melhor timing possível depois do inofensivo Bem Vindo aos 40: Trainwreck aponta pra um rumo mais amplo na carreira dele, mesmo que o filme se passe num espaço e num relacionamento que ele entende bem. Ele é muito mais generoso com seus dois atores centrais e trabalha tão melhor com suas imperfeições ao longo do filme.

E outra comparação super pertinente com o que o apatow fazia lá em bem vindo aos 40 era como suas personagens femininas; lá elas grandes arquétipos e os conflitos eram bizarramente solucionados, aqui a refrescada da Amy Schumer (boa comediante e ótima atriz, vale notar) funciona meio que como uma redenção: em bem vindo aos 40, era quase um crime a Leslie Mann gostar de Lady Gaga e Nicki Minaj e isso a levou a terminar o filme vendo o show boring do Ryan Adams de boca fechada / em trainwreck nós vemos primeiro a amy criticando umas dançarinas pela forma como dançam e se vestem e dizendo algo como “se cês continuarem assim, a gente perde o direito ao voto”, pra no fim do filme (e ponha aí uma longa jornada de reeducação e desconstrução dela mesma, uma moralzinha básica, mas nada que incomode muito) ela estar lá se unindo e se vestindo como aquelas garotas pra impressionar o seu namorado. é dos momentos mais sinceros que o apatow já filmou.

b) Esses dias peguei na tv de madrugada um tal de A Verdade Nua e Crua. Bem rom-com mesmo. Não era totalmente ruim, mas bem medíocre. e o que chamava a atenção é como o filme obedecia meticulosamente cada regra de gênero. Nada ali saía do lugar. Gerad Butler não sentia nada e a Kath Heigl era a histérica e emocional. Bem frio só de pensar né? Isso também me responde bastante pq eu mantenho distância de boa parte das comédias românticas que são produzidas em qualquer país, e pq eu gosto tanto de cada uma que o apatow faz (basicamente, qualquer filme que ele dirigiu até hoje).

5 comentários em “Sobre o ‘retorno a forma’ do Apatow”

    1. ah thx, eu fico sempre de olho nos lançamentos em dvd no cineclick, e nunca apareceu blackhat. mas ja imaginava q eles tivessem deixado passar, anunciaram desde o primeiro semestre q ia sair em dvd

  1. Acho o humor dele bem especifico e tenro… Não sou a maior fã, mas assisto, sabe?!
    Ouvi falar bem de Trainwreck.. Rolou muita divulgação dele na tv gringa, mas aqui, como sempre, nada.

  2. Foi indicado ao Globo de Ouro :D
    Por causa disso eu acho que eles apressam um pouco o lançamento sim (no cinema ainda é difícil, mas se for na TV ou no Netflix já é alguma coisa…)

^-^

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s